Pode ocorrer a formação de coágulos dentro das veias do nosso corpo em determinadas situações. Este entupimento ocasiona obstrução da veia, impedindo a passagem de sangue pelo interior do vaso. Os fatores que favorecem o surgimento da trombose venosa são vários, incluindo algumas doenças genéticas que favorecem a coagulação (trombofilias, por ex.), doenças malignas que surgiram ao longo da vida (câncer), imobilização por longo período (permanecer sentado ou deitado por tempo prolongado) ou até mesmo como consequência de algumas cirurgias.

Os sintomas dependem do tamanho do vaso entupido e da sua localização. Por exemplo, trombose em pequenos vasos pode ser assintomática. Já em vasos grandes, ocorre aumento de queixas de dores de forte intensidade no local e de inchaço.

O diagnóstico ocorre com a associação de um adequado exame clínico juntamente com exames de imagem, principalmente ultrassom doppler das veias do local acometido.

O tratamento consta com uso de remédios que diminuem a coagulação corporal, impedindo o aumento do coágulo ou o surgimento de novos entupimentos no corpo. Em casos extremos, o paciente é submetido a determinados procedimentos para desobstrução dos vasos.